EDITAL DE SELEÇÃO PARA A TURMA DE 2019 DO

PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ANÁLISE DO COMPORTAMENTO APLICADADO

 

Coordenação:

Prof. Dr. Candido V. B. B. Pessôa

Prof. Dr. Fernando A. Cassas

 

 

Está aberta a Seleção de candidatos para cursarem o Programa de Mestrado Profissional em Análise do Comportamento Aplicada do Paradigma - Centro de Ciências e Tecnologia do Comportamento para a Turma de 2019. As informações sobre a seleção estão dispostas nos itens abaixo:

 

1. CALENDÁRIO DE INSCRIÇÕES

Período: 03/10 a 03/12/2018 das 8h00 às 12h00 e das 13h30 às 20h00

Formas de inscrição:

(1) os documentos poderão ser escaneados e enviados por e-mail para secretaria@paradigmaac.org ou

(2) uma cópia impressa dos documentos pode ser entregue por comparecimento ou enviada por correio físico ao seguinte endereço:

Secretaria do Paradigma

Rua Wanderley, 611 – Perdizes – São Paulo

CEP 05011-001

Obs.: os documentos postados ou entregues após a data final (03 de dezembro de 2018 às 20 horas) não serão aceitos para esta seleção.

 

2. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

a. Uma foto 3x4

b. Ficha Cadastral do Aluno, fornecida pela Secretaria no dia da inscrição.

c. Currículo vitae, em no máximo duas páginas, enfatizando a atuação profissional e a formação em análise do comportamento, se houver.

d. Cópia do CPF, RG (ou RNE, no caso de estrangeiros), Título de Eleitor, Documento Militar e cópia do Registro Profissional.

e. Cópia do Comprovante de Conclusão do Curso Superior (Diploma ou Certificado) e Histórico Escolar.

f. Plano de Trabalho e de Dedicação ao Programa (Modelo Plano de Trabalho).

g. Taxa de inscrição no processo seletivo: R$ 220,00, a serem pagos no ato da inscrição.

h. (Facultativo): Comprovação de publicação de um ou mais artigos no âmbito da linha de pesquisa solicitada (consultar as linhas de pesquisa do Programa no item 8, abaixo), se houver.

 

Não serão aceitas inscrições de candidatos com documentação listada nos itens de a.a g.incompletas.

 

Inscrições por procuração: os requerimentos citados no item b. deverão ser obrigatoriamente assinados pelo candidato ou por seu procurador. Não é necessário que a procuração seja reconhecida em cartório, desde que o procurador apresente, além da procuração assinada pelo candidato, o RG original no ato da inscrição e a documentação completa solicitada. A procuração ficará retida juntamente com os documentos de inscrição e deve ser específica e unicamente destinada para esta inscrição.

 

3. REALIZAÇÃO DAS PROVAS

10/12/2018 – 19hs00 às 22hs30

Exame de Proficiência em Língua Estrangeira (Inglês)* e Prova de Conhecimentos Básicos em Análise do Comportamento.

Sob nenhuma hipótese haverá dispensa do exame de língua estrangeira.

 

* Esta prova não é eliminatória. O candidato que não obtiver a nota mínima nesta prova (7,0 – sete pontos) poderá fazer mais uma prova no intervalo de seis meses a partir desta. Caso não consiga a nota na segunda prova, será desligado do curso.

 

11/12/2018 – 08hs00 às 21hs00

Entrevista individual com cada candidato, em horários marcados com duração prevista de meia hora.

 

Local: Paradigma Centro de Ciências e Tecnologia do Comportamento

Rua Wanderley, 611 – São Paulo - SP

 

 4. DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

18/12/2018 às 17hs00 na secretaria do Paradigma e via e-mail para cada candidato.

Não serão aceitos pedidos de revisão de quaisquer procedimentos integrantes do processo seletivo.

 

5. PERÍODO DE MATRÍCULA

18/12/2018 a 30/01/2019 das 08hs00 às 12hs00 e das 13hs30 às 20hs00 na Secretaria do Paradigma.

 

6. REQUISITOS PARA MATRÍCULA:

a) Taxa de matrícula: R$ 1.998,00

b) Ficha Cadastral do Aluno.

 

7. FASES DA SELEÇÃO

O candidato ao Mestrado Profissional em Análise do Comportamento Aplicada será selecionado por meio de Prova de Proficiência em Língua Estrangeira (Inglês), Prova de Conhecimento Básico sobre Análise do Comportamento; Plano de Trabalho; Currículo Vitae e Entrevista:

 

1.    Prova de Proficiência em Língua Estrangeira e Prova de Conhecimentos Básicos. Para aprovação nesta fase, o candidato deverá, em cada prova, receber nota mínima 5 e a média das duas deverá ser igual ou maior que 7.  A Prova de Proficiência em Língua Estrangeira deverá ser de Inglês. Essa prova visa avaliar a compreensão de texto da Análise do Comportamento. O uso de dicionário e/ou tradutores eletrônicos será permitido. A Prova de Conhecimentos Básicos terá uma questão geral e outra específica, relativa a uma das linhas de pesquisa do Programa (ver as Linhas de Pesquisa do Programa, listadas abaixo no item 8).

A bibliografia para a prova de conhecimentos básicos é a seguinte:

·      Carvalho-Neto, M. B. (2002). Análise do comportamento: behaviorismo radical, análise experimental do comportamento e análise aplicada do comportamento. Interação em Psicologia, 6, 13-18.

·      Millenson, J. R. (1975). Princípios de análise do comportamento. (Publicado originalmente em 1967). Brasília: Coordenada.

·      Skinner, B. F. (1991) Questões recentes na análise comportamental. Campinas: Papirus

·      Tourinho, E. Z. & Luna, S. V. (2010) (Org.). Análise do comportamento: Investigações históricas, conceituais e aplicadas. São Paulo: Roca. (ISBN 978-85-7241-865-2).

 

1.     Avaliação do Currículo.

O currículo, em duas páginas no máximo, deve enfatizar a formação do candidato em sua área de atuação profissional e o conhecimento já desenvolvido em Análise do Comportamento, se for o caso.

 

2.    Plano de Trabalho.

Roteiro para o Plano de Trabalho

a. No máximo 4 páginas.; fonte Times New Roman 12; espaço 1,5

b. O texto deverá conter:

1) Motivos para cursar a Pós-Graduação neste Programa.

2) Disponibilidade do candidato para o curso (número de horas que está reservando para cursar as aulas, estudar e desenvolver seu projeto de pesquisa).

3) Breve caracterização da área de investigação com indicação do tema a ser pesquisado e objetivos.

4) Linha de pesquisa na qual seu tema de interesse se insere (ver Linhas de Pesquisa e Orientadores no item 8, abaixo).

5) Referências bibliográficas.

 

Observação: Aspectos formais, tais como ortografia, redação, clareza de ideias e organização da exposição serão levados em consideração como critérios de avaliação para a seleção (link Modelo Plano de Trabalho).

 

3.    Entrevista.

A entrevista versará sobre quaisquer dúvidas que restarem a respeito do conteúdo já apresentado no currículo vitae e no plano de trabalho do candidato. Também servirá para certificação das intenções do candidato quanto aos propósitos do Mestrado Profissional e para dirimir possíveis dúvidas do candidato a respeito do funcionamento do curso.

 

8. LINHAS DE PESQUISA E ORIENTADORES

I - Desenvolvimento do repertório comportamental do indivíduo

Descrição: Parte dos problemas e preocupações humanos refere-se ao desenvolvimento de um cidadão cujo repertório seja efetivo nos diferentes aspectos de sua interação com o contexto físico e social, e que seja capaz de assumir seu papel transformador na sociedade. Por diversas razões, o repertório de um indivíduo pode ser inefetivo, insuficiente ou mesmo inadequado ao convívio social. Esta linha de pesquisa procura responder ao estudo de processos de aquisição de repertório comportamental de maneira a aproximar o indivíduo que seja alvo da intervenção da sua participação junto ao grupo. É uma linha de pesquisa que visa o estudo de vários temas/problemas/objetos de estudo, a saber: Clínica, Desenvolvimento atípico, Organizações, Esportes, Educação, Orientação Profissional, Formação do “self”, segurança no trabalho, etc.

Orientadores: Dr. Candido V. B. B. Pessôa; Dra. Cássia Leal da Hora; Dr. Denis Roberto Zamignani; Dr. Felipe D’A. Ferreira Corchs; Dr. Fernando Albregard Cassas; Dr. Jan Luiz Leonardi; Dr. Roberto Alves Banaco; Dr. Saulo M. Velasco; Dr. William Ferreira Perez.

 

II –Medidas de processo e resultado

Descrição: Esta linha de pesquisa ocupa-se em transformar dados coletados em evidências empíricas de que os procedimentos são inequivocamente responsáveis pelas mudanças observadas nos repertórios de interesse. Essencialmente a preocupação principal é com as Intervenções Baseadas em Evidências, que têm sido as bases de trabalhos remunerados especialmente pelos sistemas de saúde, muitas vezes equivocadamente apoiados em medidas de relatos verbais mais do que em medidas comportamentais. Coerentemente com a proposta de Baer, Wolf e Risley (1968, 1987), esta linha de pesquisa preocupa-se com a mensuração de comportamentos. Ocupa-se também do desenvolvimento de tecnologia metodológica que possa evidenciar, com base em sujeito como seu próprio controle, que a técnica selecionada é a responsável pela mudança observada no repertório do participante da pesquisa, tornando a prática da Análise do Comportamento Aplicada uma Prática Baseada em Evidências.

Orientadores: Dr. Denis Roberto Zamignani; Dra. Cássia Leal da Hora, Dr. Felipe D’A. Ferreira Corchs; Dr. Fernando Albregard Cassas; Dr. Jan Luiz Leonardi; Dr. Roberto Alves Banaco.

 

III – Processos grupais e culturais

Descrição: Há muitos anos a Análise do Comportamento Aplicada tem se ocupado de problemas advindos de práticas culturais que podem ser manipuladas por meio de contingências sociais. Dois temas/problemas/objetos de estudo se delineiam a partir da prática dos profissionais do Paradigma:

Um deles se ocupará de questões ligadas à sustentabilidade social (divisão e criação de recursos econômicos, planejamento familiar, planejamento organizacional, etc.).

Outro núcleo encontra-se preocupado com o tema da sustentabilidade ambiental (preservação de recursos naturais, consumo sustentável, etc.).

Orientadores: Dr. Candido V. B. B. Pessôa; Dr. Denis Roberto Zamignani; Dr. Felipe D’A. Ferreira Corchs; Dr. Fernando Albregard Cassas; Dr. Jan Luiz Leonardi; Dr. Roberto Alves Banaco; Dr. Saulo M. Velasco; Dr. William Ferreira Perez.

 

IV – Modelos Experimentais com Humanos

Descrição: Esta é uma linha de pesquisa básica. Nela, procura-se desenvolver, a partir das descrições de modelos experimentais já consagrados na obtenção de dados com animais não humanos, um passo para que a pesquisa básica de laboratório animal possa ser comparada e avaliada com pesquisa básica sobre o comportamento humano. Dessa maneira, alguns modelos experimentais serão desenvolvidos, utilizando humanos como participantes. Um deles estuda a supressão condicionada, que tem sido descrito como um modelo experimental da ansiedade. Em sua preparação, atividades geradas em um computador são manipuladas de tal forma a reproduzir com humanos o fenômeno da supressão, que tem sido observado com não humanos.

Outro versa sobre Economia Comportamental, que busca aprofundar, por meio de preparações experimentais com humanos, os conhecimentos acerca de teorias que explicam processos complexos de comportamento tais como escolha e preferência.

Orientadores: Dr. Candido V. B. B. Pessôa; Dr. Denis Roberto Zamignani; Dr. Felipe D’A. Ferreira Corchs; Dr. Fernando Albregard Cassas; Dr. Jan Luiz Leonardi; Dr. Roberto Alves Banaco; Dr. Saulo M. Velasco; Dr. William Ferreira Perez.

 

9. BOLSAS DE ESTUDOS

Os cursos de Mestrado Profissional em princípio não são candidatos das agências tradicionais de fomento (CAPES, CNPq, FAPESP) para serem financiados por bolsas de estudo.

Desde 2018, o Paradigma conta com bolsas de gratuidade total ou parcial para o curso de Mestrado Profissional que são financiadas pelo próprio Paradigma. Essas bolsas têm por finalidade o fomento à análise do comportamento aplicada nas formas de pesquisa aplicada, produção de tecnologia comportamental e promoção de inserção social e ações afirmativas. 

Para o ano de 2019 serão disponibilizadas oito bolsas de gratuidade parcial (50% do valor da mensalidade), sendo duas dessas oito direcionadas à política de ações afirmativas do Paradigma. Além dessas, o Paradigma disponibilizará também uma bolsa integral (100% da mensalidade). As bolsas aqui disponibilizadas têm o prazo de um ano de concessão. Após esse período os contemplados deverão se submeter uma nova seleção nos termos vigentes no Regulamento para Concessão de Bolsas para o Mestrado Profissional em Análise do Comportamento Aplicada do Paradigma.

Será dada prioridade a candidatos cujo tema de pesquisa se insira em um dos grupos de pesquisa descritos no seguinte endereço: https://www.mestradoparadigma.org/grupos-de-pesquisa

Podem concorrer às bolsas aqui expostas, alunos já regularmente matriculados no Programa de Mestrado em Análise do Comportamento Aplicada do Paradigma e alunos que se inscreverão a partir deste Edital.

Os candidatos a bolsas que ainda não são regularmente matriculados no Programa devem apresentar, além dos documentos listados de a. a g. do Item 2 deste Edital, o Formulário de Requerimento de Bolsa (link), o Relatório de Produção Técnico-Científica e Inserção Social (link) e a comprovação das atividades e produtos constantes do Relatório. Os candidatos a bolsas que já são regularmente matriculados no curso de mestrado precisam apresentar apenas os documentos relacionados às bolsas.

 

Os candidatos à bolsa direcionada à política de ações afirmativas devem entregar, além dos documentos relacionados no parágrafo anterior, o Formulário de Inscrição para Bolsas Direcionadas (link) preenchido e assinado. Esses candidatos, além de concorrer à bolsa direcionada, também concorrem às outras bolsas previstas neste item do Edital.

Recomenda-se fortemente que candidatos à Bolsa de Mestrado do Paradigma leiam atentamente o Regulamento Geral de Bolsas do Paradigma (link) e o Regulamento para Concessão de Bolsas para o Mestrado Profissional em Análise do Comportamento Aplicada do Paradigma (link).
 

10. MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO

Alunos especiais: O tempo regulamentar máximo para a execução do trabalho de conclusão de curso para o mestrado profissional determinado pela CAPES é de 24 meses. Em casos nos quais a Comissão de Avaliação julgar que o candidato não terá condições de executar seu trabalho de conclusão de curso dentro deste período, poderá ser oferecida a ele a oportunidade de frequentar o curso inicialmente na condição de Aluno Especial. Nesta condição, o aluno cursará menor número de disciplinas por semestre e atividades complementares para a habilitação necessária, de forma a viabilizar a conclusão do curso com o aproveitamento necessário para a obtenção do título de Mestre Profissional em Análise do Comportamento Aplicada. 

 

Outras informações podem ser obtidas diretamente com os coordenadores do curso:

Candido V. B. B. Pessôa: coordenacaomestrado@paradigmaac.org

Fernando A. Cassas: fernandocassas@gmail.com

  

Cronograma do processo de concessão de Bolsas de Mestrado

03/12/2018 - Entrega do requerimento de inscrição e documentos necessários na secretaria.

04/12/2018 a 17/12/2018 - Análise dos formulário de requerimento de bolsa, relatórios de produção técnico-científica e de inserção social e dos formulário de inscrição para bolsas direcionadas.


18/12/2018 - Indicação dos aprovados e divulgação dos resultados.

20/02/2019 - Reunião de Colegiado para homologação das bolsas.

 São Paulo, 20 de setembro de 2018.

Prof. Dr. Candido V. B. B. Pessôa

Coordenador do Curso de Mestrado Profissional

em Análise do Comportamento Aplicada

Associação Paradigma Centro de Ciências e Tecnologia do Comportamento

Paradigma - Centro de Ciências do Comportamento

 Tel  11-3672-0194  /contato@paradigmaac.org

Rua Vanderley, 611 -São Paulo, SP CEP 05014-002