REGULAMENTO PARA BOLSAS DO PARADIGMA

DOS OBJETIVOS DAS BOLSAS A SEREM CONCEDIDAS

 

Art. 1º – As bolsas de gratuidade total ou parcial geridas pela Associação Paradigma têm por finalidade fomento à análise do comportamento aplicada nas formas de pesquisa aplicada e produção de tecnologia comportamental e promover inserção social e ações afirmativas.

 

DAS ORIGENS DAS BOLSAS

 

Art. 2º – Os recursos destinados à concessão de bolsas de gratuidade total ou parcial se originam do faturamento da Associação Paradigma, sendo designados no máximo 15,5% do faturamento do ano de vigência das bolsas para esse fim.

 

§1º: As bolsas serão concedidas pelo período máximo de 12 meses, não podendo ser renovadas por um período maior do que o da duração do curso para a qual foi concedida.

§2º: No caso de diminuição do número de bolsas ofertadas, a renovação das bolsas concedidas no período anterior para cursos de mais de 12 meses terá prioridade sobre a concessão de novas bolsas.

DAS MODALIDADES DE BOLSAS

Art. 3º – As bolsas de gratuidade total ou parcial poderão ser concedidas em três modalidades: Bolsa de Capacitação Profissional; Bolsa de Mestrado Profissional; e Bolsa Pesquisa.

Art. 4º – As Bolsas de Capacitação são bolsas para os cursos de Curta Duração, Extensão, Formação, Aprimoramento, Qualificação Avançada, Especialização e Mestrado Profissional, visando a melhoria na qualidade da prestação de serviços à comunidade pela Associação Paradigma.

§1º: A concessão de Bolsas de Capacitação Profissional será regida pela Política para concessão de Bolsas de Capacitação da Associação Paradigma, elaborada e atualizada quando necessário pela Diretoria da Associação Paradigma.

§2º: As bolsas nesta categoria independem de processo seletivo e são as primeiras a serem computadas para uso do limite descrito no caput do Art. 2o deste regulamento.

Art. 5º – As Bolsas de Mestrado são bolsas exclusivas para o curso de Mestrado Profissional da Associação Paradigma.

§1º: Cabe ao Colegiado do Mestrado elaborar o edital de seleção, conduzir o processo seletivo e indicar os candidatos selecionados, respeitando os critérios estabelecidos no Art. 1o deste regulamento.

§2º: A abertura de edital de seleção depende da disponibilização de bolsas de gratuidade total ou parcial pela Comissão de Bolsas para esta modalidade.

§3º: O edital de seleção a que se refere o caput deste artigo poderá estar incluso como parte do Edital de Seleção de novos candidatos ao mestrado, devendo o candidato a bolsas já regularmente matriculado ficar atento a este Edital.

Art. 6º – As Bolsas Pesquisa são bolsas para os cursos de Formação, Aprimoramento, Qualificação Avançada e Especialização, vinculadas aos Grupos de Pesquisa ativos da Associação Paradigma e demandam uma contrapartida explícita do aluno em trabalho nas pesquisas dos respectivos grupos.

§1º: Cabe ao Coordenador de cada Grupo de Pesquisa elaborar o edital de seleção, conduzir o processo seletivo e indicar os candidatos selecionados.

§2º: A abertura de edital de seleção depende da disponibilização pela Comissão de Bolsas de bolsas nessa categoria.

DA COMISSÃO DE BOLSAS

Art. 7º – A Diretoria designará uma comissão de bolsas de caráter permanente que será constituída pelo tesoureiro da Associação, coordenador do programa de Mestrado, um representante do Colegiado de Coordenadores de Cursos; um representante dos Coordenadores dos Grupos de Pesquisa; dois representantes do corpo discente, um do Mestrado e outro dos cursos de Qualificação Avançada ou Especialização. A escolha dos membros da comissão de bolsas respeitará os seguintes requisitos:

§1o: Os representantes dos coordenadores de cursos e dos grupos de pesquisa serão indicados por seus pares.

§2o: Os representantes discentes serão indicados por seus pares e deverão estar integrados às atividades dos cursos de Mestrado, Qualificação Avançada ou Especialização como alunos regulares há pelo menos seis meses, e não serem bolsistas de Mestrado Profissional e de Pesquisa ou candidatos a estas duas modalidades de bolsas.

 

Art. 8o – São atribuições da Comissão de Bolsas:

 

I – Observar a Política de Bolsas da Associação Paradigma e zelar pelo seu cumprimento;

 

II – A partir da projeção do faturamento do ano de vigência das bolsas, indicar o número de bolsas de gratuidade total ou parcial destinado a cada modalidade.

 

§1º: Para a alocação do número de bolsas em cada modalidade prevista no Art. 3o, a Comissão de Bolsas se baseará nas seguintes proporções máximas, relativas ao faturamento anual da Associação: Bolsa de Capacitação Profissional, 6%; Bolsa de Metrado Profissional, 7%; Bolsa Pesquisa, 2,5%.

§2º: Deliberar, a partir da projeção do faturamento do ano de vigência das bolsas, a quantidade bolsas de gratuidade total ou parcial destinadas a cada modalidade prevista no Art. 3o deste regulamento.

III – Examinar à luz dos critérios estabelecidos neste regulamento as indicações dos candidatos a bolsa de gratuidade total ou parcial feitas pelo Colegiado do Mestrado e pelos coordenadores de grupos de pesquisa.

IV – Avaliar a elegibilidade do candidato indicado, homologar a concessão de bolsas e comunicar para a Diretoria e Coordenadores de cursos e grupos de pesquisa os critérios adotados e os dos alunos selecionados.

V – Resolver casos omissos neste Regulamento e revisá-lo.

 

DAS MEDIDAS DE INCLUSÃO SOCIAL

Art. 9º – Em consonância com a proposta de ação afirmativa do Paradigma, as bolsas de estudos disponibilizadas pela Associação Paradigma serão direcionadas para grupos socialmente vulneráveis, por um sistema de ponderação, para pessoas:

 

a. Pertencentes às raças-etnias negra e indígena;

b. Portadoras de deficiência física grave;

c. Que estejam em situação de hipossuficiência sócio-econômica.

 

I – Os candidatos interessados em concorrer às bolsas direcionadas para os grupos mencionados no artigo 9º deverão preencher o Formulário de Inscrição para Bolsa Direcionada (link) e entregá-lo na Secretaria do Paradigma, no período de inscrição para bolsas, juntamente com os seguintes documentos:

 

a) Atestado médico, para os portadores de deficiência física grave;

b) Declaração de renda do próprio candidato e de seus pais, para aqueles que

estejam em situação de hipossuficiência socioeconômica.

c) Assinatura de declaração de raça-etnia do formulário de inscrição para bolsa direcionada, para aqueles que se autodeclarem negros ou indígenas.

 

II – Caberá a Comissão de Bolsas homologar e definir os candidatos aptos a receber as bolsas de estudos do Programa de bolsas direcionadas.

 

III – A critério da Comissão de Bolsas, os candidatos selecionados poderão ser submetidos a entrevista, em data a ser divulgada oportunamente, com vistas a comprovação de seu pertencimento aos grupos vulneráveis elencados no Art. 9º.

 

IV – Os candidatos inscritos para as Bolsas de Estudos Direcionadas que não forem selecionados continuarão concorrendo para as bolsas de estudo atribuídas pela Associação Paradigma.

 

V – Caberá a Comissão de Bolsas resolver os casos omissos, sendo sua decisão final não passível de contestação ou recurso.

Paradigma - Centro de Ciências do Comportamento

 Tel  11-3672-0194  /contato@paradigmaac.org

Rua Vanderley, 611 -São Paulo, SP CEP 05014-002